O amor é lindo, não é? 🥰

Amar a mãe, o pai, a avó, o amigo, a amiga… Mas é preciso deixarmos claro que amar e namorar são coisas diferentes! O assunto “namoro” ainda costuma ser introduzido na vida das crianças em tom de brincadeira, quando são perguntadas sobre o “namoradinho” ou “namoradinha”. Essa atitude pode antecipar situações e pular fases importantes da infância.

Devemos ficar alertas sobre os riscos de expor as crianças a condutas pertinentes da idade adulta, especialmente quando falamos de relações amorosas. E dessa forma evitar consequências mais sérias, como a erotização precoce, adultilização das crianças e o abuso infantil. Criança não namora, nem de brincadeira! ⚠️

Compartilhe!

Colégio EAG
Colégio EAG